quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Somaiê Virtual?! Internem o Rui...



A Somaiê está mudando, a cada momento desses últimos anos venho estudando como adequar a técnica às mudanças estruturais que tive no meu viver pessoal.
Passei por um ciclo de 12 anos com o Roberto Freire (1990 a 2001).
Despois de romper com o criador da técnica, incorporo as teorias da Biologia do Conhecer (ou amar). Surge o Te&So (teorias & somaiê) como uma nova etapa de 12 anos também (2004 a 2015).
Fazem alguns anos que me mudei definitivamente pra Visconde de Mauá, num fluxo que chamo de ir-na-contramão-da-história. Ou seja, nasci e vivi no meio urbano e me mudo pro campo no momento em que a humanidade se tornou predominantemente urbana. Mas o paradoxal da minha história-pessoal-somática é que quando adquiro um terreno pra se tornar a SEDE da Somaiê e Te&So, não consigo mais montar os grupos como fazia anteriormente.
Já teorizei e especulei mudanças, mas elas precisam ser radicalizadas pra serem realmente vividas. Há muito tempo que fazer SOMAIÊ está sendo mais um investimento financeiro, que uma forma de trabalho – no sentido monetário, em que mais gasto e invisto, que realmente tenho um retorno financeiro. E chegou o momento de acabar com esse paternalismo ideológico.
Há pessoas interessadas em vários locais do Brasil pela técnica da SOMAIÊ e SOMA. Mas em nenhuma cidade esse número passa de 10 pessoas (no nível de comparecimento efetivo em evento, pois virtualmente esse número é grande, mas ilusório).
Devido a característica do núcleo de São Paulo (um participante foi atropelado de bike), tinha me programado a fazer 2 vivências mais teóricas em conjunto com treinos de capoeira para o encontro deste mês.
BOM, de ontem pra hoje resolvi mudar.
Farei uma experiência que pode ser o fim definitivo da SOMAIÊ, ou o nascimento de uma nova forma de levar meu conhecimento aos que se interessem em mudanças radicais em seu viver...
Faremos 3 atividades VIRTUAIS. Usando sistema de bate-papo ou videoconferência, ainda vou ver o que será mais prático.
Sexta um Bate-papo, e sábado e domingo vivências, uma centrada na Biologia do Conhecer, e outra nas Mandalas Ontogenéticas.
O custo será no sistema PAGUE-O-QUE-ACHAR-JUSTO.
Dessa forma, existe a perda do contato corpo-a-corpo, e a possibilidade de participação de pessoas de outras cidades.
Em NOVEMBRO, teremos 9 dias de Encontro de Te&So em Visconde de Mauá. Uma forma de aprofundar a terapia (como sempre foram as vivências de campo da soma e somaiê) e também como uma forma de criar uma instância de um grupo de cidades diferentes.
Interessados da SOMAIÊ de SP, MG, ES, PR e RS, ou outros Estados, podem participar e experimentar essa nova forma de SOMAIÊ.
As taxas das atividades em Visconde de Mauá podem ser diminuídas com trocas de trabalho no SOLARIUM.
Enfim, mudar é minha forma de homenagear permanentemente o Roberto Freire, que nos 12 anos que convivi com ele mudou bastante a somaterapia que fiz como cliente e depois como somaterapeuta e companheiro.
Vejo núcleos se formarem pra estudar a SOMA clássica de Freire, mas me parece tão ultrapassado quanto falar de Reich, Bioenergética, Gestalterapia, Antipsiquiatria, Capoeira Angola e Anarquismo, sem olhar pra atualidade.
Bem, veremos o que acontece....
Rui Takeguma, Vila de Maringá, 22/10/2015

detalhes aqui = http://teoriaesomaie.blogspot.com.br/2015/10/somaie-capoeira-angola-e-ayahuasca-te.html

Cadastro pro Bate-Papo (23/10) e Vivências de Somaiê (24 e 25/10) escreva pra somaterapia@gmail.com 


Atualização de 28/10/2015
(não vejo mais interesse das pessoas por essa técnica, quando há o interesse ele é menor que a vontade de sair da zona de conforto...

Nenhum comentário:

Postar um comentário